Um Novo Coração

“Ó Deus meu! Cria em mim um coração puro, e renova dentro de mim um espírito inabalável. Não me afastes da tua presença, nem tires de mim teu Santo Espírito! Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito disposto a obedecer.” Salmos 51:10-12

Neste Salmo, Davi revela um “coração pesado”, impuro, alma abalada, distante de Deus. Muitos de nós caminhamos assim, com pesares nos nossos corações. Vivemos uma vida na penumbra, pois não podemos estar na luz que é limpa, pura e revela as nossas impurezas. E é somente nos achegando à Luz que podemos ser limpos e retornarmos à comunhão com Deus, o nosso Pai. E por quê não nos achegamos, se o acesso está disponível continuamente? Porque o nosso orgulho não permite! Porque os pesares que levamos estão na esfera da nossa mentalidade não renovada, e deixar os pesares, significa negar a nós mesmos! 

Assim como o nosso coração  pode ficar entulhado de rancores, falta de perdão, enraizado em amarguras que nos impede de nos relacionarmos com Deus, como assim Ele deseja, também não nos relacionamos com o próximo de maneira saudável. 

Andar na luz, perdoado por Deus, em comunhão com Ele e com os homens é “coisa de gente corajosa!” Isso porque requer amar de coração puro, limpo, fundamentado no Amor  incondicional de Deus. Por isso, a cada manhã, Ele renova a Sua Graça e Misericórdia sobre toda a humanidade, dando-nos a oportunidade de um viver reconciliado com Ele (Rm 5:8-10) e com o próximo (1 Jo. 4:7-21 e Mt. 5:8). 

Diante dessa verdade, analisemo-nos cada um a nós mesmos e sondemos o nosso coração, corajosamente, diante de Deus, para que Ele nos revele impurezas porventura ainda existentes no nosso coração, no conduzindo ao arrependimento e nos purifique pela Cruz de Cristo.

Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *